Advogado Guarda dos Filhos

Em geral a situação de modificação que acarreta tal fato é a separação ou o divórcio dos pais, ficando o menor sob a guarda de apenas um destes, mas também pode se dar pela morte ou desaparecimento de um ou ambos os pais, ficando o menor sob os cuidados dos avós, tios, outros parentes ou até mesmo terceiros.

Esta situação, que é de fato, precisa ser regulamentada por meio da guarda judicial deferida ao tutor.

Isto porque quem detém a guarda é quem exerce o poder familiar de modo mais efetivo, tomando as decisões sobre a vida da criança quais sejam, onde irá morar, que lugares irá freqüentar, onde e o que irá estudar e etc.

A guarda porém não é um direito de um ou outro pai, devendo ser sempre deferida sob o ponto de vista do interesse da criança. Assim, caso quem detenha a guarda, judicial ou de fato, ponha em risco os direitos básicos da criança, tais como; saúde, educação, lazer e etc., esta pode ser modificada para melhor atender ao interesse do menor.

Alienação Parental:

Em, 26 de agosto de 2010 foi publicada a lei nº 12.318 que regulamentou as situações de Alienação Parental. Alienação parental ocorre, nos termos da lei quando há  “interferência na formação psicológica da criança ou do adolescente promovida ou induzida por um dos genitores, pelos avós ou pelos que tenham a criança ou adolescente sob a sua autoridade, guarda ou vigilância para que repudie genitor ou que cause prejuízo ao estabelecimento ou à manutenção de vínculos com este.” No caso de ocorrer alienação parental pode o juiz determinar até mesmo a inversão da guarda, perdendo o alienador a guarda da criança. Se você deseja maiores informações sobre obtenção de guarda, ou alteração de guarda, entre em contato e agende uma consulta.

O MPMSA (Maciel, Paz & Mendes Sociedade Advogados – MpM Advogados) é formado por uma equipe de advogados especializado em causas de família. Clique Aqui para acessar a nossa página de contato, ou ligue para marcar um horário: (11) 3104-2399 / (11) 3104-7418.

[squeeze_box5]

Veja nossos serviços:

[fancy_list style=”circle_arrow” variation=”green”]

[/fancy_list]
[/squeeze_box5]

A AÇÃO DE GUARDA DOS FILHOS FOI MOVIDA PELO ADVOGADO QUE INGRESSOU COM A GUARDA DOS FILHOS, POIS NA VERDADE A GUARDA DOS FILHOS, NADA MAIS É DO QUE A GUARDA DOS FILHOS,. TODO ADVOGADO SP , ADVOGADO DE SÃO PAULO OU QUE REQUER A GUADA DOS FILHOS, SÓ PODE PEDIR DEPOIS DA SEPARAÇÃO. SE A MÃE REQUERER A GUARDA DOS FILHOS DEPOIS DO DIVÓRCIO E PAI DIVERGIR SOBRE QUEM VAI FICAR COM A GUARDA DOS FILHOS.